Mariana de Souza Cavalcanti

31 de Março de 2013

IDADE: 25 anos.
FORMAÇÃO: 
Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP).
QUANTOS CONCURSOS JÁ REALIZOU: 
7 concursos.
CARGO QUE OCUPA: 
Técnica Judiciária – área administrativa do TRT6.
OBJETIVO FINAL NA CARREIRA PÚBLICA: Delegada da Polícia Federal.

Por que resolveu fazer concursos?

 

Na minha família praticamente todos são funcionários públicos, inclusive minha mãe que é Procuradora Federal e meu pai Auditor. Então, cresci vendo o exemplo deles e de como a estabilidade de um cargo público pode ser importante para uma família.

 

Eles sempre me educaram e me incentivaram a seguir os mesmos passos e, consequentemente, hoje também sou servidora pública. Mas, sem dúvidas, só cheguei aonde cheguei pelo incentivo e estímulo que eu recebi durante todo tempo da minha formação. Sou muito grata por isso.

 

 

Fale um pouco de sua trajetória nos concursos públicos:

 

Bem, como eu sempre tive vontade de ser servidora pública e pelo incentivo dos meus pais resolvi fazer a faculdade de direito. Já entrei na faculdade sabendo que queria ser delegada da polícia federal. Por isso, desde o primeiro período da faculdade procurei focar os estudos para alcançar o meu grande objetivo. Estudei, estudei e estudei muito. No entanto, durante toda a minha faculdade não abriu nenhum concurso para delegado da polícia federal, o último que houve foi no ano de 2004, enquanto eu ainda estava no ensino médio. E, o final do curso foi chegando e nada de aparecer o concurso “dos meus sonhos”.


Quando me formei em 2010, decidi que tinha que trabalhar, afinal queria minha independência! Como não havia previsão para o edital do DPF – Delegado, resolvi estudar para tribunais. A princípio, seria minha fonte financeira para conseguir meu escopo final. A partir daí entrei num cursinho preparatório para concursos (ATF) e fiz o curso de analista de tribunais, que abrangia tanto os assuntos de edital de técnico como o de analista. Durante o curso foram surgindo os editais dos mais diversos tribunais do país.

 

Meu primeiro concurso foi o do TRT de Sergipe, estudei bastante, me preparei, mas deixei algo (que considero bastante importante hoje) de lado, que foi o meu psicológico. Como sempre fui uma boa aluna, os meus pais, meus professores, meus amigos, todos acreditavam que eu iria conseguir a famigerada aprovação. Em razão disso, fui fazer a prova acreditando que sairia aprovada. Lógico que não foi o que aconteceu! Isso me abalou drasticamente... tive uma depressão horrível, o que me fez quase desistir. Mas, como desistir no primeiro concurso????????

 

Pois é, hoje eu vejo como fui ingênua. Para conseguir me reerguer e continuar precisei da ajuda de todos que estavam próximos a mim, principalmente meu namorado. Ele conversava comigo, me explicava que eu devia continuar para poder realizar os meus sonhos. E aos poucos eu fui voltando a estudar, até que veio o concurso do TRE-PE, foi quando comecei a me preocupar com a colocação, observar onde eu era mais fraca para poder focar mais e estudar mais as matérias que eu não dominava tanto.

 

Depois veio o TJPE, a prova mais estranha que já fiz na vida... Mas, consegui ficar em 710º para técnico. Como é um tribunal que costuma chamar muita gente, me encheu de esperanças e ao mesmo tempo me encheu de gás para estudar mais. Foi o que eu fiz, em janeiro comecei a focar apenas no TRT-PE. Nesse meio tempo, fui à São Paulo fazer a prova do TRE e logo após fui ao RJ fazer a prova do TRF da 2ª Região, a essa altura eu só fui para ganhar experiência e fazer prova da FCC, que seria a banca do TRT.

 

Foi um período bom que me ajudou a ganhar experiência e aproveitei para passear e descansar um pouco. Quando voltei para Recife, faltava apenas dois meses para a prova do TRT-PE. Pronto, nesse período estudei muiiiiiito, tirava todas as dúvidas que tinha com meus professores, fazia muitas questões até a véspera da prova! Enfim, consegui passar em 25º lugar! Que felicidade, que emoção. Todos me ligando e me parabenizando e eu sem acreditar!!! Mas, a luta ainda não terminou né?! Ainda continuo estudando....

 

 

Qual a sua metodologia de estudo?

 

Cada um tem uma metodologia que se sai melhor! A minha é assistindo aulas e fazendo questões. Eu assistia aula de domingo a domingo e decorava (literalmente) todas as dicas que os professores davam. Quando chegava em casa, fazia todas as provas que podia da FCC. Sempre que fazia as provas marcava o tempo, tentando otimizá-lo. Outra dica importante: fazer redações!!! Eu fazia uma redação por dia, ou seja, 7 redações por semana. Depois enviava para o meu professor corrigi-las. Isso, com certeza, me ajudou a tirar 9,5 na redação do TRT.


Outra coisa, tempo de estudo. Cada um sabe o quanto precisa estudar para cobrir todo o edital e assimilar o assunto. Eu sou uma pessoa que preciso estudar muito, por muitas horas para conseguir assimilar tudo. No entanto, quando eu termino de estudar determinada matéria daquele edital, eu não preciso voltar para revisar, o que me faz ganhar tempo. Diferente de outras pessoas que precisam estar sempre voltando para revisar! Se for o seu caso, revise sempre!


Outro método que eu utilizo e que me ajuda bastante, é estudar o edital por matérias, ou seja, eu estudo tudo de constitucional, depois tudo de administrativo, depois tudo de civil, e, assim, sucessivamente. Sempre intercalando com a resolução de questões.


Eu estudava de domingo a domingo. De segunda a sexta eu assistia aula pela manhã até às 11:30hs; chegava em casa, almoçava e ia para academia. Às 14 horas já estava sentada pronta para estudar. E ficava estudando até às 22:00hs, parando apenas para jantar (meia hora era suficiente).

 

A primeira coisa que eu fazia era fazer uma prova da FCC, depois uma redação e, por fim, estudava a parte teórica. Nos sábados e domingos eu ia para os aulões de revisão, normalmente eram pela manhã e a tarde. Quando não havia aula eu estudava como se estive em um dia da semana normal, repetindo todo o processo (questões, redação, teoria). É isso.

 

 

Algumas dicas e conselhos que você acha interessante para quem está se preparando para um concurso público:

 

A primeira dica que eu posso dar é fazer muitas provas da banca que você está se preparando. Sempre faça a prova toda, só deixando de lado as matérias que não vão cair na sua prova, por exemplo: você está fazendo uma prova que tem questões de gestão pública, se no seu edital não cai essa matéria, você pula e vai direto para as outras questões.

 

Outra dica que eu dou (muita gente que estuda para concurso não concorda comigo nesse aspecto, mas eu acho importante) é fazer questões mesmo que aquele determinado assunto não esteja no edital, por exemplo (não confunda com o item anterior): se você está fazendo questões de constitucional e aparece uma questão de remédios constitucionais e no seu edital não aparece esse assunto na parte de constitucional, faça a questão mesmo assim! Sabe por quê? Essa questão pode te ajudar a fazer outra no dia da sua prova, mesmo que seja um assunto diferente. Vai por mim! Isso quase sempre acontece!!!
 

A segunda dica, assista muitas aulas!!! Os professores estão sempre atualizados e vão te ajudar a dar um norte para seus estudos, por exemplo: ele vai dizer assim pra você: “queridos alunos, a FCC há muito tempo não vem cobrando determinado assunto em suas provas, apesar de estar lá no edital.. será que dessa vez não vem uma questão por aí? Se vier, eles vão cobrar dessa forma, ok?!”. Se um professor disser isso, prepare-se vem questão por aí.
 

Terceira dica: não deixe de sair, se divertir. Lógico que tudo com moderação. Fui aos aniversários dos meus amigos, saí com meu namorado, fui ao cinema, jantei fora, fui aos almoços de família... nada disso impediu a minha aprovação. O cuidado que se deve ter é não chegar muito tarde em casa para não desorganizar o seu sono. Sempre durma bem, isso é imprescindível para poder reder nos estudos.
 

Quarta dica: faça uma atividade física. Escolha a de sua preferência. Cuidar do corpo é tão importante quanto cuidar da mente, vai te dar mais ânimo, mais estímulo para estudar.  Além de te deixar em forma!=)
 

Por fim, PERSISTA! As derrotas são importantes para o seu crescimento. Uma hora você vai passar! O importante é não desistir NUNCA! E, cuide do seu psicológico, da sua auto-estima, isso será importante para você alcançar o seu sonho.

Approved Empreendimentos Digitais

CNPJ: 26.835.989/0001-­47

Suporte: contato@fuiaprovado.com

Termos de Uso  |  Política de Privacidade